sexta-feira - 05 / jun / 2020

HISTÓRIA DE OSASCO

Emancipada em 19 de fevereiro de 1962, a cidade de Osasco nasceu como bairro na região metropolitana de São Paulo. Aqui, você poderá conhecer um pouco mais da história do município.

  • A região da Vila Quitaúna começou a ser povoada, bairro que existe até hoje.

  • Nasce Antônio Agú, considerado o fundador da cidade.


  • Após seu casamento com Teresa Maria Benvenutta Chiaretta, dois anos antes, Antônio Agú tem Primitiva Domênica Michela Agu.

  • Através das escrituras lavradas em Cartórios de Notas que se pode saber quem eram os proprietários das terras osasquenses, a partir de 1880. Nos registros aparecem nomes como Bussocaba, Campesina, Rochdale, que se tornaram bairros conhecidos hoje em dia.

  • A Estrada de Ferro Sorocabana foi construída, gerando renda para a região e criando elos para a ferrovia.

  • Agú chega ao Brasil.

  • A estação ferroviária de Osasco foi construída por Antônio Agú. O nome “Osasco” foi uma homenagem à sua cidade natal, Osasco, na Itália.

  • Ocorre na região o primeiro vôo da América Latina, por Dimitri Sensaud de Lavaud, que teria seu nome em um museu da cidade, anos mais tarde.

  • Após a construção da estação, o entorno da região aumentou sua população, chegando a 4.178 moradores, sendo 1.331 estrangeiros, contabilizando 31% da população.

  • Sylvio de Toledo e os demais moradores da região ajudaram na construção da Paróquia São José Operário.

  • Osasco aparece como 14º sub-distrito do Estado de São Paulo.

  • Foi feito o primeiro plebiscito pela emancipação, por conta do crescimento populacional e econômico. Neste mesmo ano foi inaugurado o Mercado Municipal.

  • Acontece a emancipação da cidade.

  •   Hirant Sanazar foi o primeiro prefeito de Osasco e teve seu mandato de 1962 a 1967. A família Sazanar faz parte da história da cidade.

  • É inaugurada a primeira escola da Fundação Bradesco no bairro Cidade de Deus.

  • É criada a Biblioteca Municipal Monteiro Lobato, um ano após a emancipação da cidade.

  • Vrejhi Sanazar cria o “Municípios em Marcha”, depois renomeado para “O Diário de Osasco” e, já há 17 anos, passou a se chamar “Diário da Região”.

  • O Bradesco, com sede nacional na Cidade de Deus, colocou em operação a Companhia Telefônica Suburbana Paulista – Cotesp, que instalou, inicialmente, 3 mil terminais telefônicos.

  • Neste ano se deu início ao centro comercial de Osasco, que hoje conhecemos como Calçadão Antônio Agú. O local se tornou o maior centro de lojas da cidade, somando cerca de 1.500 lojas na região, no primeiro mandato de Francisco Rossi.

  • É instalada a empresa Telecomunicações São Paulo (Telesp).

  • É inaugurada a Ponte Metálica Viaduto Reinaldo de Oliveira, nome dado em homenagem ao dentista que ajudou na luta da população pela emancipação do município ao criar a associação “Amigos de Osasco”.

  • Foi inaugurado o Teatro Municipal Glória Giglio, com capacidade de 414 lugares e hoje conta com 480.

  • Inaugurado o Estádio Municipal Prefeito José Liberatti, atual casa do time da cidade.

  • Osasco é considerada a capital do cachorro quente com cerca de 600 dogueiros que atendem o dia todo, servindo inclusive dog no prato.

  • Foi fundado o Grêmio Esportivo Osasco, ou Grêmio Osasco Audax, como é conhecido hoje.

  • Segundo dados do IBGE, Osasco está entre as 30 cidades do país com o nível mais baixo de analfabetismo, com 4% entre crianças de seis a 14 anos.

  • A cidade, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é a 8ª economia do país e a 2ª do estado de São Paulo.